2016/12/02

Quadriciclo a pedais Bébécar amarelo


Na edição do Salão Motorclássico 2016 foi possível ver à venda vários triciclos, trotinetas e quadriciclos antigos de marcas como a Bébécar e a Sá & Portela.
Este da Bébécar foi um deles e, tal como os outros, estava novo, nunca tendo sido usado.

A estrutura do kart estava pintada de amarelo e um dos elementos decorativos era um autocolante com um trevo verde. Afinal é bom termos a sorte do nosso lado, desde tentar idade!

Continue lendo...

2016/12/01

Fotografia antiga da fábrica da Famel - Fábrica de Produtos Metálicos, Limitada


Começamos o mês de Dezembro com uma fotografia especial, é da fábrica da Famel - Fábrica de Produtos Metálicos, Limitada; provavelmente de inícios dos anos 50, vendo-se a parte da frente da fábrica, virada para a estrada e uma parte da lateral, onde se pode ler "Aros Famel".
Na parte da fábrica que está virada para a estrada também se vê o emblema da Famel e a referência "Aros para Bicicletas".
Tendo em conta esta imagem, e a que foi impressa nos envelopes que já mostrámos dos anos de 1962 e 1963, a fábrica foi ampliada para o lado esquerdo, onde se vê um campo livre.
Quem puder deixar mais informações sobre esta fotografia, por favor deixe comentário.
Mais uma vez agradecemos a Fernando Gonçalves pelo envio desta colaboração.

Continue lendo...

2016/11/30

Bicicleta Órbita Destructor em exposição


Há uns tempos falámos das bicicletas Órbita que estiveram em exposição num espaço relacionado com a Semana Europeia da Mobilidade, lembram-se?

Hoje aproveitamos para divulgar mais um dos modelos que esteve no referido espaço, trata-se da Órbita Destructor, um modelo de BTT.

Tem rodas de 26 '' e quadro em alumínio com sistema de amortecimento com recurso a um amortecedor central helicoidal colocado entre a zona do selim e da roda pedaleira.

Está ainda equipada com sistema de 21 mudanças da marca Shimano,

Na roda da frente há também uma suspensão na forqueta, facilitando a absorção de impactos nos trilhos.

O quadro é feito em alumínio, pesando todo o conjunto menos de 20 kg.
Esta estava pintada de branco e com algumas partes pintadas a cor de laranja.

Continue lendo...

2016/11/29

Expo Clássicos '17 - II Salão de Veículos Clássicos de Estremoz


No Rodas de Viriato conseguem saber tudo sobre os principais eventos relacionados com veículos antigos e clássicos.
Para o mês de Janeiro de 2017, nos dias 28 e 29, podem ir ao Expo Clássicos '17 - 2.º Salão de Veículos Clássicos e Antigos de Estremoz, que terá lugar no pavilhão B do Parque de Feiras e Exposições. Haverá feira de peças e acessórios.
Tem organização do AVCE - Associação de Veículos Clássicos de Estremoz.
Para mais informações, podem usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2016/11/28

Fotografia de catálogo da motorizada Casal Enduro 50 K188


O tempo da chuva já chegou e nada como aproveitar para sair de casa e dar umas voltas por caminhos de terra, lama, pedras e com alguma água corrente pelo meio.
Podem ir a pé, de bicicleta, de jipe e também de motorizada.
Para quem escolheu a última opção, propomos uma motorizada Casal Enduro 50 K188 para que a experiência seja ainda mais significativa. Foi fabrica depois de meados dos anos 70 e o seu escape em posição elevada deixa muitos entusiastas deste tipo de motorizados a desejar querer uma.
A imagem é a fotografia da época para efeitos de catálogo.
Agradeço a Ricardo Moreira, do blogue Famel pela cedência de mais esta imagem.

Continue lendo...

2016/11/27

Motorizada ASV M35 - 16.º Encontro Motas Antigas Pinhal Novo


Uma boa rede de distribuidores pode fazer com que um produto chegue a muitos lados, mas a vontade do seu proprietário em o usar, pode levá-lo ainda mais longe.

Se a ASV de Armando de Sousa Vela, em Malaposta, Anadia, vendia motorizadas para vários agentes pelo país, o actual movimento de passeios e encontros de motorizadas antigas faz com que as mais variadas marcas se difundam ainda mais.

No 16.º Encontro de Motas Antigas de Pinhal Novo foi possível ver esta ASV M 35 ainda com peças originais e outras já substituídas.

Continue lendo...

2016/11/26

O vagão 14 da Shell e outro da Divisão de Abastecimentos


Neste mundo dos veículos antigos o "nunca se sabe" é da poucas coisas que se tem como verdade!
Por isso nunca é demais errar por excesso, em vez de errar por omissão.
Nas duas fotografias que acompanham este texto é possível ver um vagão cisterna com o número 14, pertencente a uma divisão de abastecimento, sendo ainda possível ver pintadas as letras da companhia petrolífera Shell. Será que era um vagão fabricado em Portugal?

Numa outra fotografia vemos que se repetem algumas das pessoas fotografadas anteriormente, desta vez em frente de um vagão que diz "Divisão de Abastecimentos - Gazoleo - Tara 2004.0 Kg - Capacidade 37000 L - Carga 38 T".
Aparenta ser diferente do que aparece na imagem anterior (pelo menos a fotografia foi tirada noutro local). Ao lado deste vagão cisterna está um vagão que tem o número 16. A que empresa ou companhia de caminho de ferro pertenceriam?

Continue lendo...

2016/11/25

Jipes UMM 4x4 Cournil curtos no catálogo UMM 4x4 Cournil com argola plástica


Uma das tarefas a que nos propomos no blogue Rodas de Viriato é ir em busca de informações específicas para depois aqui as divulgar. Quem já nos acompanha há mais tempo sabe que temos tentado divulgar alguns dos jipes UMM 4x4 Cournil curtos que foram fabricados.
Com recurso ao catálogo UMM 4x4 Cournil com argola plástica (francês / inglês) que publicámos recentemente, mostramos 4 versões diferentes que aparecem na publicação em causa.

Duas das versões têm como base um UMM 4x4 Cournil curto onde as capotas em lona são diferentes, não só na cor, mas também na forma da janela lateral em plástico, que num exemplar é rectangular e noutro é em trapézio.

Outra versão é em forma de pick-up, sendo a zona do condutor fechada a toda a volta com recurso a metal e vidros. Curiosamente na parte de trás só colocavam um vidro na horizontal. Mas tarde passaram a incluir 3 vidros, sendo dois deles na vertical

A outra versão é um jipe UMM 4x4 Cournil curto que tem uma capota metálica, estando pintada da mesma cor da carroçaria. Pouco tempo depois, nos UMM fabricados, começaram a ser pintadas de cor diferente.

Continue lendo...

2016/11/24

Moto SMC Sport com JAP 500 cc - 12.º Motorclássico / 2016 (2/3)


E é com uma fotografia da moto SMC Sport vista de lado que começamos a apresentação deste segundo grupo de fotos desta moto fabricada no anos 30 do século passado em Portugal.

A cor preta domina o conjunto, onde os brilhos dos reflexos na tinta fazem parelha com os brilhos dos metais cromados, do motor JAP ou de outros elementos mecânicos da SMC Sport.

O velocímetro está embutido no coco do farol, estando este pintado de cor preta e onde se destaca o aro cromado.

No motor JAP são bem visíveis as marcações do número de série - KOZ / D 41 261 / K.

No motor também as tampas laterais estão pintadas de preto.

Na traseira da moto é possível ver o escape que tem o metal da panela recortado de forma regular longitudinalmente.

O selim do condutor tem forma triangular e molas para amortecimento do impacto da condução.

Continue lendo...

2016/11/23

Exposição de Modelismo Ferroviário - C. R. do Penteado


Os entusiastas do modelismo ferroviário têm uma proposta para este fim-de-semana.
Podem ver a Exposição de Modelismo Ferroviário no Clube Recreativo do Penteado (perto da Moita), com módulos escala N, módulos "maquetren", material circulante nacional e internacional.
É já no próximo fim-de-semana, nos dias 26 e 27 de Novembro de 2016.
A entrada é livre e também haverá artigos em 2.ª mão.
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2016/11/22

Motorizada SIS Sachs RSB preparada para competição


Na 24.ª Automobilia de Aveiro / 2016 foi possível ver esta motorizada SIS Sachs preparada para competir em velocidade, pela RSB - Racing Stand Baptista.

Tal como numa Casal K 175 ou numa Motalli de competição, tinha o depósito estreito e uma terminação aerodinâmica depois da parte final do selim. Nesta motorizada não se via qualquer almofada ou banco a servir de selim.

Esta SIS Sachs estava reduzida ao essencial, pelo que os guarda-lamas foram retirados, tal como as tampas das malas de ferramentas. Os pneus tinham piso para velocidade.

No depósito podia-se ler o nome do piloto - Sérgio Baptista, bem como o respectivo grupo sanguíneo, para o caso de acontecer algum azar.

O cubo da roda da frente, bem como o motor tinham furações que ajudam a ventilação, para arrefecimento dos componentes em questão.

Continue lendo...

2016/11/21

Envelope Fábrica Nacional de Pistões Pachancho com selo da GNR


É conhecido de quem nos lê que a Pachancho produziu motorizadas para as forças de policiais nacionais, mas aparecer um envelope da marca com um selo da GNR, é que não estávamos à espera.

O envelope aparenta ser de inícios da década de 60 do século passado, algures ente o que já mostrámos de 1952 e o de 1966.

O arranjo visual foi feito centrando os elementos escritos e gráficos, onde sobressaí uma deusa sentada ao lado de uma roda dentada e com uma folha na mão.

Voltamos a agradecer a Filipe Viana pelo envelope.

Continue lendo...

2016/11/20

Vídeo Championnat France Rallye Tout Terrain Dunes et Marais Royan


Na nossa selecção de vídeos com veículos de fabrico nacional incluímos um relativo ao campeonato francês de ralie todo o terreno Dunes et Marais que terá ocorrido por volta do ano de 1990.
No meio de muitos buggies com carroçaria em fibra aparece um jipe UMM Alter Turbo de série, com matrícula francesa, que participou na prova, tendo o número 12 na porta. É possível vê-lo aos 4 minutos e 43 segundos, entrado na linha de partida, seguindo-se depois quase um minuto relativo a esta viatura, em competição e com uma pequena entrevista ao piloto.
Não era só em Portugal que esta marca era usada para competir!
Este vídeo está na página do utilizador hmc62100 no Youtube.com.

Continue lendo...

2016/11/19

Fotografias antigas com carrinho de bebé em utilização


Muitas vezes associamos os carrinhos de bebé a um mero objecto decorativo ou de diversão, mas a verdade é que eles foram usados, permitindo libertar os pais do peso de carregarem os filhos permanentemente.

Até aos anos 50 / 60 do século passado, não eram um artigo ao alcance de qualquer um, mas ainda assim as marcas nacionais tiveram vários modelos nos seus catálogos que vendiam um pouco por todo o país com a ajuda da sua rede de agentes.

As fotografias que mostramos são de um carrinho de bebé que provavelmente será de fabrico nacional. As fotografias foram tiradas na zona exterior do que aparenta ser uma casa em meio rural, sempre com a criança lá dentro.

O carrinho aparenta ter estrutura metálica, coberta por napa e suspensão na zona das rodas com recurso a correias de couro. As rodas têm guarda-lamas cromados.
Alguém consegue identificar o fabricante?

Continue lendo...

2016/11/18

III Convívio TT - Colmeal da Torre


O III Convívio TT, em Colmeal da Torre, perto de Belmonte, está agendado para dia 4 de Dezembro de 2016.
Na imagem do cartaz podemos ver um jipe UMM ao lado da torre de Centum Cellas, edifício de 3 pisos que tem a sua origem no período romano e ao qual estão ligadas algumas lendas. É um dos monumentos mais emblemáticos de uma zona onde há muito mais para descobrir.
Para inscrições ou mais informações, podem contactar o Centro Cultural Desportivo e Recreativo Colmeal da Torre, pelo número 275 912 377.

Continue lendo...

2016/11/17

Motorizada Macal M83 com 3400 km - Oficina Moto & Restauro


Há motorizadas desportivas nacionais que estão profundamente associadas às marcas que as fabricaram, havendo grupos de entusiastas que chegam a fazer encontros sobre modelos específicos.

SIS Sachs tinha a V5; a Famel tinha a XF17; a Confersil tinha a 604 GT; a Casal a K603 SS e a Macal tinha a M83.

A Macal M83 modelo Sport que mostramos é de 1988 e entrou recentemente na oficina Moto & Restauro.

É uma motorizada que tem cerca de 3400 km, pois foi inicialmente adquirida por um pessoa que era emigrante.

Este pormenor fez com que tivesse sido pouco usada e, como esteve bem guardada, chegou aos nossos dias no estado em que vemos nas fotografias.

Os pneus aparentam ser o que vinham na motorizada quando ela saiu da fábrica da Macal.
O da frente era um pneu de piso listado Viking de medida 2 3/4 - 17 (21 x 2.75) 38 J.

Os autocolantes estavam completos e sem arranhões. Até tinha o autocolante com a recomendação "Usar apenas mistura dois tempos óleo-gasolina na proporção 1:25" que se localizava junto do bocal do depósito de combustível.

Os punhos e as manetes eram da Lusito, enquanto que o painel de instrumentos e o sistema de iluminação eram da marca SIM.

Os cubos das rodas estavam pintados de preto, tendo a marca Macal gravada em relevo.

Quando vista de lado, notamos que esta Macal M83 tem varões de protecção das pernas e um ferro, em forma de semi-círculo, soldado no suporte de mercadorias. O primeiro foi colocado para segurança do condutor, enquanto que o segundo foi acrescentado para permitir usar alforges na motorizada, evitando deste modo que roçassem na roda.

Um pequeno pormenor que mostra o estado de originalidade desta motorizada que está na Moto & Restauro, é o conjunto de ferramentas que veio na caixa de ferramentas e que está enrolado em papel pardo, que ainda não tinha sido aberto até ao momento em que vimos esta Macal.

Mas não é tudo, a bomba de ar original para encher pneus também ainda estava na motorizada, sendo de marca Nagusi.

Os amortecedores na roda de trás eram de marca Betor, feitos em Espanha.

Para mais informações sobre esta motorizada, podem visitar a página da Moto & Restauro no Facebook e se precisarem de algum esclarecimento, aqui fica o contacto Moto & Restauro - telemóvel 962448182 ou o 968423967 (Moche) ou pelo e-mail jadantunes@hotmail.com.

Continue lendo...